ATLETA

Lucas Santanna

PRÊMIOS POR ORDEM CRONOLÓGICA

Morador do Complexo do Alemão, Rio

Possível Recordista de Títulos, no Brasil, na sua faixa de idade

 

 Campeão Brasileiro Futebol

 

PRÊMIOS E TÍTULOS EM ORDEM CRONOLÓGICA

1) O Primeiro titulo foi em 2012, quando jogava no Time Sub13 do Futebol de Base do Botafogo: Campeonato Carioca de FutSal. Jogou lá até 2013;

 

2) Em 2013 fui pro Tigres do Brasil, um time bem estruturado em Xerém. Para permanecer no time,  Lucas teria que inscrever-se na Federação mas não teve recursos e foi dispensado.

 

 

HISTÓRIA COMOVENTE | DESTAQUE

3) O Primeiro Campeonato, veio em 2014 com a camisa do Alemão F.C. do Complexo de Favelas do Alemão onde nasceu e vive.

 

Com vaquinha feita na comunidade, conseguiram viajar para Brasília. O ônibus velho que os levou por amizade de um morador, quebrou a alguns quilômetros do campo. 

 

Chegaram com uniforme velho e sujo e com muita fome mas como estava em cima da hora, entraram direto em campo para jogar exauridos e em jejum. Ganharam o jogo.

 

“Na preleção, a gente estava no vestiário ao lado de um time grande quando ouvimos o treinador deles gritando para eles ganharem e todo mundo ouvir a frase do cara dizendo que eles não podiam perder de favelados.  ‘Vamos perder para este bando de favelado?’ Foi ali que a gente disse, temos que ganhar de qualquer modo!” Conta Lucas

 

Lucas tinha 15 anos e mostrou que favelado joga bola. O Time trouxe o Título de Campeão Brasileiro, pro Estado do Rio,  jogou contra Náutico, Sport de Recife, Brasiliense, Atlético Paranaense e diversos outros grandes times e saiu invicto. 

 

 

4) No ano seguinte, quase não conseguiram viajar para Brasília para defender o Título de Campeões Brasileiros. Com a ajuda dos Campeões do Mundo do Flamengo, por meio de sua consultora de Responsabilidade Social - Lucia Judice - conseguiram ônibus com Governo do estado, inscrições com a Federação, recursos com colaboradores e Uniformes novos com uma empresa do Sul, a Embratex.

 

Viajaram em cima da hora e conseguiram Trazer o Título de Vice-Campeões. Nesta ano, quebrando o bullying do ano anterior, o título de Campeão Brasileiro veio com a Rocinha, outra favela do Rio. 

 

Lucas trouxe o título de Artilheiro do Campeonato!

 

 

  

5) Em 2014 fez teste no Flamengo e no Fluminense e acabou ingressando na Escolinha do Fla  Bonsucesso, time ganhou a Super Copa que é uma espécie de Campeonato Carioca, com menos times. Lucas ganhou prêmio de artilheiro e melhor jogador.

 

 

6) No final de 2014 e início de 2015 chegou a treinar 1 mês e meio e o Olaria mas as dificuldades de locomoção e alimentação eram enormes. 

 

Mesmo assim, foi Bicampeão e Artilheiro -as duas vezes- da Super Copa Fut7 (Campeonato Estadual) pelo Olaria, mesmo jogando como meio-atacante, foi o artilheiro nos dois campeonatos.

 

Enfrentou e ganhou de times como Vasco (4 x 2) e Fluminense (3x2). 

 

 

HISTÓRIA EMOCIONANTE

​ ​

7) No meio de 2015, após o carinhoso apoio dos Masters Campeões do Mundo do Flamengo e a equipe de Responsabilidade Social, Lucas foi inscrito na peneira dos times de base do Flamengo no Ninho do Urubu.  Foi selecionado e começou a jogar. Engrenando dificuldades para se locomover até vargem Grande, contou com apoio de amigos.  

 

Infelizmente, uma fatalidade levou seu pai a morte, de forma precoce. Lucas ainda conseguiu jogar mas saiu, abalado… perdendo uma de suas grandes chances de ingressar no Flamengo.


 

8) No Olaria, voltou a jogar em 2017 conquistando o título de Campeão no Campeonato Carioca B1, Segunda Divisão do Campeonato Carioca de Base, jogando de seguro volante. Mesmo assim fez 6 gols

 

No final de 2017 voltou a enfrentar o Vasco na final fazendo 3 gols na partida. 

 

Em todo o campeonato, que abrange o Estado do Rio, fez 28 gols e claro… ganhou Prêmio de Artilheiro. 

 

Ainda em 2017 foi Vice Campeão e revelação do Campeonato Sub19 (Campeonato da Baixada) jogando pelo Laranja Mecânica de Nova Iguaçu. 

 

 

“Eu nem treinava e mesmo assim ganhei o Prêmio de Revelação.  Na semifinal ajudei o time definindo o jogo nos pênaltis. Foi emocionante. Convertemos os 3 pênaltis.” conta Lucas.

 

 

 

9) Foi Campeão do Campeonato Carioca F7 Society  e ganhou Prêmio de Artilheiro e Melhor Jogador do Carioca F7 pelo Olaria e Pelo Bonsucesso em 2018.

 

 

Foi Artilheiro pelo Laranja Mecânica e Bicampeão da Copa Rio F7 Society.

 

 

 

10) Federação de Futebol do Rio, embarcou dia 19 de Julho de 2018 para Orlando nos EUA onde participou do no Disney Cup International (Orlando, EUA) de 15 a 22 de Julho de 2018 na Categoria Adulto.

 

Jogando na Seleção Carioca do Rio, Lucas fez um gol na semini-final e ajudou o time a trazer o Terceiro Lugar num campeonato Mundial.